O exame ultrassonográfico, também chamado de ultrassom ou ecografia, é o método mais importante para a detecção precoce de alterações estruturais patológicas, como alargamento, nódulos ou cistos. Estes podem ser medidos com precisão até em milímetros. A evolução após intervenções cirúrgicas também pode ser muito bem controlado por ultrassom.
O exame é indolor, sem radiação e sem efeitos secundários.

O ultrassom é frequentemente combinado de exames específicos das alterações encontradas. Para este fim, pequenas partes de tecido, por exemplo, da glândula tiróide, são removidas com a ajuda de uma agulha fina durante o exame ultrassonográfico. Um laboratório especial avalia as amostras de tecido e permite que o paciente seja aconselhado.